Dever de lembrar e o dizer verdadeiro: saber, poder, existir

A morte frequentemente reclama obituários, falados, escritos, cantados, encenados (…). Mas foi diferente no caso de Michel Foucault. Para ele, o problema da morte aparece como indicador da maneira de se relacionar corajosamente com a vida, com todo risco nela implicado. Trabalhando no exercício do dizer verdadeiro, o filósofo francês afirmou que, voltado à coragem da verdade, se curava das opiniões alheias sobre sua maneira de viver e a respeito de tudo o que fazia e dizia. Nesse ciclo de debates, retomamos a morte de Foucault como um acontecimento para tornar pensável aspectos do que seus estudos proporcionaram acerca dos saberes sobre a vida, o poder e a existência, bem como os trabalhos de reelaboração de suas diversas contribuições. Parte dos esforços de recriação decorrem das publicações pós-morte de alguns dos seus textos e inúmeras pesquisas produzidas em campos de saber heterogêneos, em diferentes latitudes. Desse modo, menos que uma militância ou luta pela verdade do legado foucaultiano, propomos um simpósio em torno de 3 eixos centrais de seu trabalho: os saberes, os poderes e as artes de existir.

  • Host City, Country

    Rio de Janeiro, Brasil

  • Dates

    11/6/2024, 18/6/2024 e 25/6/2024

  • Organizing university or institution

    Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

  • Place where the event will be held

    Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

  • Name(s) of organizer(s)

    José Gondra, Pedro de Sousa, Rosimeri Dias e Vinícius Vieira

  • E-mail address

    gondra.uerj@gmail.com